Aproximando a teoria da prática: a geometria no nosso dia a dia

 
 
Pode não parecer. Mas, basta dar uma olhada ao redor para identificarmos várias formas geométricas. Apesar de fazer parte do nosso dia a dia, a geometria ainda é uma disciplina que poucos gostam.
 
Seu filho está com alguma dificuldade em relação à disciplina? Confira algumas dicas práticas de como apresentar essa matéria num formato mais atraente a ele. Deste modo, ficará muito mais fácil e divertido aprender!
 

A importância das formas geométricas 

Geometria e a história

A geometria é uma das áreas mais antigas dos estudos de matemática. Ela nasceu da necessidade dos povos de medir terras, construir moradias, monumentos etc.
Os registros mais distantes da geometria constam da antiga Babilônia ( feitos em torno de 3.000 a.C.).
Outro povo que entendia bem do assunto era o egípcio. Prova disso são as construções das pirâmides, que existem até hoje.
 

Geometria no nosso dia a dia

Como falamos no início deste artigo, as formas geométricas estão por todas as partes. Placas de trânsito, casas e prédios são alguns dos exemplos em que a geometria está presente. Outro exemplo muito conhecido é a nossa bandeira nacional. Nela, é possível reconhecer várias formas como o retângulo, o losango e o círculo - todas essas são figuras que fazem parte da geometria.
 
Figuras simétricas e assimétricas são maneiras divertidas de mostrar às crianças a geometria no nosso dia a dia. Estimule-as a identificar e recortar imagens em cartazes e revistas. Em seguida, peça para que elas colem essas imagens nos cadernos e mostrem a posição do eixo (horizontal, vertical ou diagonal). Outros objetos em que vemos formas geométricas são as caixas e embalagens de diversos tamanhos e formas.
 
Quando a criança consegue entender a teoria na prática, o aprendizado fica mais fácil. Isso porque o assunto começa a fazer mais sentido, deixando de ser algo apenas obrigatório.
 

Aprender deve ser envolvente

Há professores que não fazem o uso de métodos que despertam a curiosidade dos alunos. E a geometria faz parte desse contexto. A disciplina ainda é pouco explorada de forma divertida nas escolas. Dessa forma, é comum que crianças e jovens tenham dificuldades ao compreender sua relação com o cotidiano. O resultado disso é a dificuldade no aprendizado e as notas baixas.
 
Cálculos, números e medidas são apresentados de forma isolada, como se não tivessem qualquer ligação com o dia a dia. E é aí que se faz necessário o uso de propostas lúdicas de ensino.
 
Quando envolvido com o assunto, o aluno tende a participar mais das aulas e compreendê-las melhor. No caso das formas geométricas, o professor deve utilizar dinâmicas que trazem resultados.
 
Algumas propostas de atividades práticas são:
• Passear próximo à instituição de ensino e identificar as diferentes formas de construção e terrenos;
• Ter aulas no pátio para encontrar exemplos dentro da escola;
• Recortar e colar imagens de livros, revistas e cartazes.
 
É importante que os pais optem por colégios que ensinam de forma diferenciada e envolvente.
 
Como seu filho está aprendendo? Ele consegue identificar a geometria no nosso dia a dia? Deixe seu comentário em nosso blog!